Chimarrão é celebrado como símbolo da cultura gaúcha

Ele atrai turistas e inspira manifestações artísticas. Conheça a importância da bebida para a identidade e a economia do Rio Grande do Sul.

No Rio Grande do Sul, o chimarrão é mais do que um símbolo da tradição. Herança cultural dos índios guaranis, o chimarrão está presente na maneira acolhedora de receber os visitantes e na forma autêntica de celebrar a vida. Estima-se que 11 milhões de gaúchos se unam na paixão por essa bebida simples feita de água quente e erva-mate, que ganhou uma data no calendário: 24 de abril, o Dia Estadual do Chimarrão.

A CAPITAL, A ROTA E A ESCOLA DO CHIMARRÃO
A popularidade da bebida levou o estado a eleger Venâncio Aires a Capital Nacional do Chimarrão, um município localizado na Região do Vale do Rio Pardo, a cerca de 130 km de Porto Alegre. A movimentação econômica gerada pelo ciclo da erva mate rendeu à cidade não só o título, mas também a criação de uma Feira Nacional do Chimarrão, a Fenachim. É uma vocação natural para o pequeno município de 65 mil habitantes, que produz anualmente cerca de 3,5 mil toneladas de erva para chimarrão e fatura R$ 1,9 milhão apenas com produto, de acordo com a prefeitura.

O sabor do chimarrão movimenta o turismo e a economia de Venâncio Aires. É o caso da Rota do Chimarrão, que reúne paisagens e atividades tipicamente gaúchas, combinando arquitetura, gastronomia e turismo rural. Os visitantes podem até participar de uma aula sobre a preparação da bebida. Na Escola do Chimarrão, os turistas aprendem a fazer 36 tipos diferentes de “chimas”, como é carinhosamente chamado, além de conhecerem as regras de etiqueta para compartilhar o “mate”. Todas pessoas que passam pelo local, conhecem história, o processo de fabricação e os dez “mandamentos” do chimarrão. O hábito de tomar chimarrão desperta a curiosidade e atenção das pessoas que vêm de fora.

ARTE COM SABOR DE ERVA-MATE
A cultura do chimarrão é própria do gaúcho, mas também vai além das fronteiras do estado.Tomar chimarrão é um dos hábitos que atravessaram anos e ainda hoje é o que nos define. A ‘roda’ é a essência do chimarrão.

chimarrão tem propriedades diuréticas que auxiliam no bom funcionamento dos rins, promovendo assim o aumento do fluxo urinário, combatendo a retenção de líquidos e inchaços indesejados. Além do combate a insuficiência renal, pois promove a eliminação de sódio e potássio que em excesso prejudicam o nosso organismo. A erva-mate possui propriedades digestivas, laxativas, combatendo a constipação intestinal, depois de um belo almoço de domingo ou aquele churrasco tomar chimarrão ajuda na digestão e também no bom funcionamento do intestino

 

                                     

O que achou?

comentários

Anterior

Próxima

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Share This
EntretainmentChimarrão é celebrado como símbolo da cultura gaúcha