BREAKING NEWS

Anvisa libera, sob condições controladas, parte da importação da Sputnik

Na prática, uma parte do quantitativo de doses da vacina poderá ser importada no primeiro momento para ser utilizada dentro de um estudo de efetividade a ser seguido pelos estados requerentes. vacina Sputnik V poderá ser importada em caráter excepcional para o Brasil,...

Anvisa autoriza importação da Covaxin sob condições controladas

Anvisa autorizou nesta sexta-feira (4/6) a importação excepcional da vacina Covaxin pelo Ministério da Saúde, para fins de distribuição e uso em condições controladas. A autorização definiu a quantidade de 4 milhões de doses, que poderá ser...

Parecer Técnico da Anvisa a Vacina COVAXIN

Gerência Geral de Inspeção e Fiscalização Sanitária Parecer Técnico da Vacina COVAXIN referente a ao pedido de importação temporária e excepcional de 20.000.000 (vinte milhões) de doses. 04/06/2021Produto: Vacina Covaxin (Vírus inativado) Fabricante do Insumo...

Pedido Importação Sputnik neste momento em brasília

O que está em avaliação? Pedido de Autorização Excepcional e Temporária para a Importação e a distribuição da vacina Sputnik V nos termos da Lei 14.124/2021 e da RDC 476/2021. Não está em análise um pedido de Registro da Vacina Não está em análise pedido de...

Horóscopo do dia

ÁRIES (nascimento entre 21/3 a 20/4) Nada de se precipitar na direção de coisa alguma. Ganhe tempo, isso será melhor, porque dessa forma você verá os acontecimentos amadurecerem e suas atitudes se tornarem mais eficientes. Ganhe tempo para ganhar. TOURO (nascimento...

Com Cristo no oxigênio, Economist diz que Brasil precisa tirar Bolsonaro em 2022 para sair de crises

Um relatório especial da revista britânica The Economist, publicado nesta quinta-feira (03/06), afirma que o Brasil vive hoje "sua maior crise desde o retorno à democracia em 1985" e atribui a maior parte dos problemas ao governo do presidente Jair Bolsonaro. A capa...

Exército decide não punir Pazuello por participar de ato com Bolsonaro

O Exército Brasileiro informou nesta quinta-feira (3/6) que decidiu não punir o general e ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, pela participação em um evento político com o presidente Jair Bolsonaro no Rio de Janeiro, no dia 23 de maio. Acerca da participação do...

Ex-atriz mirim posta foto de lingerie e recebe críticas

Ela chegou a excluir o clique, mas publicou novamente após conversar com sua mãe e escreveu: 'Liberdade feminina' A atriz mirim Giovanna Chaves, conhecida por participar de programas e filmes infantis, como Cúmplices de um Resgaste, SBT, e Ídolos Kids, Record TV,...

Presidente Jair Bolsonaro se filiará ao Patriota, anuncia Flávio

O presidente Jair Bolsonaro vai se filiar ao Patriota. A notícia foi dada pelo senador Flávio Bolsonaro, filho do mandatário, durante uma convenção virtual do partido nesta segunda-feira (31/5). Assim como o pai, Flávio também vai se juntar à sigla. Recentemente, o...

PF vê suposta prática de rachadinha por deputada Aline Sleutjes

A Polícia Federal identificou uma suposta prática de rachadinha pela deputada bolsonarista Aline Sleutjes, do PSL do Paraná. A parlamentar recebeu cerca de R$ 150 mil de dois assessores, um ex-funcionário e a irmã de seu chefe de gabinete. Os dados, baseados na quebra...

FBI revela que casal baiano era líder do esquema que faturou quase US $400 mil com fraudes em aplicativos

Aos poucos as autoridades federais dos Estados Unidos vão divulgando informações sobre a operação que culminou com o indiciamento de 19 brasileiros, dos quais 10 já foram presos. Eles são acusados de roubar identidades de terceiros para abrir contas em alguns aplicativos de viagem compartilhada e entrega de alimentos, entre eles a UBER, Lyft e Doordash.

Os investigadores apontaram o baiano de Vitória da Conquista, Wemerson Dutra Aguiar, 25, como um dos principais líderes deste esquema, sendo o mentor e executor. Ele teria ganho US$ 360 mil com fraudes financeiras cometidas entre janeiro de 2019 e abril deste ano.

Junto com ele foi preso Priscila Barbosa, 35, que também é de Vitória da Conquista, na Bahia.

Vários agentes do FBI estão atrás dos nove que ainda não foram presos.

Como o jornal Brazilian Times já relatou em edições anteriores, inclusive com um alerta emitido em 2017, as identididades roubadas eram usad

para abrir as contas e depois os membros do esquema as vendias para motoristas, grande maioria brasileiros, que não cumpriam os requisitos para trabalhar para as empresas tais como possuir uma carteira de motorista válida nos Estados Unidos e Social Security.

Além de roubar as identidades, abrir conta scom documento falso, os suspeitos usavam “bots”, que é aplicativo de software que executa tarefas automatizadas. Desta forma, eles exploravam programas de bônus das empresas e tecnologia de falsificação de GPS, fazendo com que os motoristas ganhassem bem mais nas corridas.

Até o momento, os investigadores estimam que mais de 2.000 pessoas tiveram suas identidades roubadas pela quadrilha. O esquema só foi descoberto em abril do ano passado, quando a receita federal dos Estados Unidos devolveu várias declarações de imposto cuja as informações não batiam com os ganhos detectados pela agência. Appos isso

Após isso, foi iniciada uma investigação que acabou chegando nos brasileiros.

PROVAS

OS investigadores relataram que foram encontradas no celular de Aguiar, apreendido com autorização judicial, diversas provas contra ele, tais como fotos dele mesmo alteradas digitalmente, usada em pelo menos nove contas de motoristas.

Após vasculha o aparelho, os investigadores identificaram mais de 180 contas criadas pelo brasileiro em apenas um aplicativo. A investigação também aponta que Aguiar participava de centenas de grupos de WhastApp, todos em português, nos quais divulgava seus serviços de aluguel das contas fraudulentas.

O baiano recebia os pagamentos por meio de diversos bancos, utilizando as identidades roubadas dos norte-americanos que eram cadastradas nas empresas de aplicativo.

Caso sejam condenados, os envolvidos podem pegar até 20 anos de prisão, além de multa que pode chegar a duas vezes o valor da fraude.

OS PRESOS:

  • Wemerson Dutra Aguiar, 25, brasileiro que residiu anteriormente em Lynn e Woburn, Massachusetts;
  • Priscila Barbosa, 35, brasileira residente em Saugus, Massachusetts;
  • Edvaldo Rocha Cabral, 41, brasileiro residente em Lowell, Massachusetts;
  • Clovis Kardekis Placido, 37, cidadão brasileiro residente em Citrus Heights, Cali;
  • Guilherme Da Silveira, 28, brasileiro residente em Revere, Massachusetts;
  • Flavio Candido Da Silva, 35, brasileiro residente em Revere, Massachusetts;
  • Altacyr Dias Guimarães Neto, 34, brasileiro residente em Kissimmee, Flórida;
  • Bruno Proencio Abreu, 28, brasileiro residente em Saugus, Massachusetts;
  • Jordano Augusto Lima Guimarães, 34, cidadão brasileiro residente em Salem, Massachusetts;
  • Alessandro Felix Da Fonseca, 25, cidadão brasileiro residente em Revere, Massachusetts;

Nove réus permanecem foragidos.

Se você acha que pode ser vítima das alegações neste caso, acesse https://bit.ly/3hjh4Ao

Conspiração para cometer acusações de fraude eletrônica acarreta uma sentença de até 20 anos de prisão, três anos de libertação supervisionada e uma multa de 250.000 ou duas vezes o lucro bruto ou perda do crime, o que for maior. As sentenças são impostas por um juiz do tribunal distrital federal com base nas Diretrizes de Sentenciamento dos EUA e outros fatores estatutários

Líderes do esquema são da Bahi

QUEM USOU AS CONTAS

O indiciamento dos 19 brasileiros é apenas a “ponta do iceberg”. O advogado Danilo Brack alerta para o fato de que quem “comprou uma conta” sabia o que estava fazendo, pois tinha consciência de que não era uma pessoa elegível para o trabalho.

Ele explica que as contas estavam em nome de terceiros (vítimas que tiveram suas identidades roubadas) e quem comprou, ganhou milhares de dólares e não declarou o imposto de renda. A cobrança da receita federal dos Estados Unidos (Internal Revenue Service-IRS) vai para a pessoa que teve o nome usado, ou seja, “a declaração dos ganhos deste esquema é cobrada da vítima.

Brack explica que o esquema chamou a atenção das autoridades em abril de 2019, quando o IRS devolveu a declaração de milhares de pessoas devido ás informações das declarações não coincidirem com os ganhos rastreados pela agência. Foi então que uma grande investigação teve início até chegar ao grupo de brasileiros.

“Minha orientação para quem comprar uma destas contas é para que abandone o serviço imediatamente e procure orientação de um advogado”, alertou o advogado.

 

fonte jornal Brazilian Times

 

 

 

 

 

 

 

O que achou?

comentários

Anterior

Próxima

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This
News FBI revela que casal baiano era líder do esquema que faturou quase US $400 mil com fraudes em aplicativos