O magnata chinês que comprou 140 mil hectares de terras ao lado de base militar nos EUA

O que começou como uma preocupação de um grupo de ambientalistas do Texas levou à criação de uma lei estadual para proteger a “infraestrutura crítica” contra “nações hostis” aos Estados Unidos.

A chamada Lei de Proteção de Infraestrutura Lone Star, que entrou em vigor em julho, cobre especificamente empresas da China, Rússia, Coreia do Norte e Irã, e as proíbe de acessar infraestruturas como a rede elétrica, o sistema de água e a cibersegurança.

No entanto, a coautora da lei, a senadora estadual Donna Campbell, não faz segredo de que a ideia veio especificamente da presença do magnata chinês Sun Guangxin no Condado de Val Verde, próximo à fronteira mexicana.

Desde 2016, o empresário e ex-militar comprou 140 mil hectares em uma área cruzada pelo Devils, um dos rios mais intactos do Texas e que abriga várias espécies ameaçadas de extinção, e onde também fica a Base Aérea de Laughlin, um campo de treinamento para pilotos militares

Depois de investigar os investimentos de Sun em Val Verde, Campbell concluiu que a investida “parece um cavalo de Troia”, disse ela à rede norte-americana CNBC.

E acrescentou: “Se países hostis invadirem nossa infraestrutura, pode ser catastrófico.”

Quem é Sun Guangxin?

De acordo com a Forbes, Sun é um exemplo de bilionário que fez sua própria fortuna.

Ele nasceu em 1962 em Xinjiang, região do noroeste do país que nos últimos anos tem sido notícia por acusações de abusos e até genocídio contra a etnia uigur muçulmana por parte do governo chinês.

Ele serviu no exército e em 1979 lutou na Guerra Sino-Vietnamita, na qual chegou ao posto de capitão.

Sun Guangxin

El “mil millonario reservado”

  • US$2.100 milloneses su patrimonio neto
  • 1.750es su puesto en la lista de las personas más ricas del mundo
  • 293es su puesto en el ranking de personas más ricas de China

Fuente: Forbes

Após seu retorno, ele se estabeleceu em Urumchi, capital de Xinjiang, e se tornou um empresário do setor gastronômico. Em seguida, ele diversificou sua carteira de investimentos para áreas tão diversas quanto importação de equipamentos de perfuração de petróleo e imóveis.

O fator comum sempre foram seus contatos com empresários, militares e membros influentes do Partido Comunista, ao qual Sun pertence, escreve James Millward, professor de história da Universidade de Georgetown, nos EUA, em seu recente livro Eurasian Crossroads (“Encruzilhadas da Eurásia”, em tradução livre).

Sun virou presidente do Grupo Guanghui, “um conglomerado em expansão que gerou mais de US$ 29 bilhões em receitas no ano passado e que emprega mais de 108 mil pessoas”, diz Forbes.

A revista, que o chama de “bilionário secreto”, estima o patrimônio líquido da Sun em US$ 2,1 bilhões, colocando-o na posição 1.750 na lista das pessoas mais ricas do mundo e em 293 na lista chinesa.

.

O que achou?

comentários

Anterior

Próxima

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Share This
BusinessO magnata chinês que comprou 140 mil hectares de terras ao lado de base militar nos EUA