Seu computador está lento? Veja por que troca do HD por SSD vai resolver

Seu computador está antigo e o sistema operacional demora para carregar. Antes de pensar em comprar um PC ou um notebook novo, uma opção é substituir um componente que pode dobrar a velocidade para realizar funções simples, como iniciar o Windows, navegar na internet ou mesmo acessar programas mais pesados. Trata-se do SSD (Disco em Estado Sólido), que é uma evolução comparada ao HD (Disco Rígido), presente na maioria dos computadores mais antigos. A grande diferença ao usar um no lugar do outro é a rapidez com que ele acessa as informações armazenadas nele.

E a boa notícia é que comprar um SSD atualmente não é tão caro quanto antigamente. Pesquisando em varejistas é possível achar modelos de 240 GB no padrão SATA por cerca de R$ 250 — em 2018, um desses custava R$ 350. Ou seja, você gasta menos de um décimo do preço de um notebook novo de especificações medianas, que sai por volta de R$ 3.000. Val ressaltar que antes de comprar um SSD é necessário descobrir o tipo de porta que a placa-mãe do seu computador tem disponível: SATA ou M2. Enquanto o SSD funciona como uma espécie de pendrive, com pulsos elétricos gravando dados em um circuito, o HD usa uma agulha magnética para gravação e leitura de dados — como se fosse uma vitrola tocando um disco de vinil. Este último processo é mais “burocrático”,

SSD x HD Para testar essa diferença de desempenho na prática, Tilt fez medições utilizando um notebook Dell equipado com um processador Intel Core i5, 4 GB de memória RAM e sistema operacional Windows 10. A ideia era simples: clonar o conteúdo do HD em um SSD e ver o tempo gasto para tarefas simples, como ligar o computador ou abrir um navegador de internet. No caso do HD, utilizamos um modelo de 5.400 RPM presente originalmente no notebook. Já para o SSD, o modelo utilizado foi um MX300 da marca Crucial..    Matos foi o responsável tanto pela migração de dados quanto pela instalação dos componentes. Ambos os procedimentos são simples e qualquer pessoa com o mínimo de intimidade com componentes eletrônicos pode fazer isso em casa..

om o sistema estabilizado, foi a hora de abrir um programa comum. Escolhemos o Google Chrome, o navegador de internet que, nessa configuração, levou pouco mais de 7 segundos para estar disponível para uso. Feito o teste com o HD, foi a hora de retirar o componente e instalar o SSD. De cara, o desempenho impressionou: entre o apertar do botão liga/desliga do notebook e ele estar pronto para uso se passaram apenas 24 segundos, menos da metade do gasto pelo HD comum. Para abrir o navegador Chrome, foram gastos pouco mais de 2 segundos. Além do tempo menor, a experiência de uso do notebook também se transformou. Ações simples como acessar o menu Iniciar ou usar o campo de busca da ba

O que achou?

comentários

Anterior

Próxima

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Share This
BusinessSeu computador está lento? Veja por que troca do HD por SSD vai resolver