Xi Jinping é comparado a Mao em resolução de 100 anos do PCCh; leia trechos

Em meio às especulações sobre um terceiro mandato para Xi Jinping e negociações para que ele sente à mesa com Joe Biden num sinal de trégua e produção de um acordo climático entre as duas potências, o Partido Comunista Chinês (PCCh) lançou a resolução dos 100 anos da organização abrindo caminho para que o atual presidente continue no poder.

O documento descreve o atual presidente como o responsável pelo aprofundamento da reestruturação dos sistema político e econômico da China, iniciado nos anos 1970, e equipara o nome do atual presidente ao de figuras como Mao Tsé-Tung e Deng Xiaoping, os dois maiores líderes do partido desde a sua fundação, em 1921.

O Comitê Central decidiu que convocará o vigésimo Congresso Nacional em Pequim para o segundo semestre de 2022, “com o camarada Xi Jinping em seu núcleo” e que é tarefa dos membros do partido “implementar totalmente o pensamento de Xi Jinping”, o que explicita a intenção do partido de manter Xi em um terceiro mandato.

O comitê, que reuniu 348 membros, ressalta o que chama de “reformas mais amplas e profundas em todas as áreas” realizadas por Xi Jinping desde 2013, quando assumiu. “O sistema de socialismo com características chinesas está agora mais maduro e bem definido”, diz o documento.

O que achou?

comentários

Anterior

Próxima

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Share This
EconomiaXi Jinping é comparado a Mao em resolução de 100 anos do PCCh; leia trechos