Covid-19: o apelo dramático de ministro alemão para que cidadãos se vacinem

O ministro da Saúde da Alemanha, Jens Spahn, fez uma declaração dura sobre a covid-19, em meio a uma preocupante expansão da doença no país.

“Ao final do inverno (no hemisfério norte), todos na Alemanha estarão vacinados, recuperados ou mortos”, disse o ministro em entrevista coletiva na capital, Berlim.

A Alemanha está chegando a uma quarta onda de um surto de coronavírus: os casos estão aumentando rapidamente, a taxa de infecção está no nível mais alto desde o início da pandemia e muitos hospitais já estão cheios.

O país tem também uma das mais baixas taxas de vacinação da Europa Ocidental, com 68% da população totalmente imunizada.

Restrições mais duras estão sendo implementadas no país, como a proibição da entrada de pessoas não vacinadas em certos locais e o cancelamentos de alguns dos famosos mercados de Natal.

Spahn disse ser contra tornar as vacinas contra a covid-19 obrigatórias, mas colocou que imunizar-se é uma “obrigação moral”, já que isto afeta outras pessoas.

“Liberdade significa assumir responsabilidades, e é um dever com a sociedade ser vacinado”, afirmou o ministro alemão.

O que achou?

comentários

Anterior

Próxima

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Share This
Sem categoriaCovid-19: o apelo dramático de ministro alemão para que cidadãos se vacinem