China ameaça retaliar EUA por boicote diplomático aos jogos de inverno

A China afirmou nesta terça-feira (7) que os Estados Unidos tiveram preconceito ideológico ao decidir boicotar os Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, que estão marcados para fevereiro. Os chineses também disseram que os americanos têm intenções sinistras.

“A tentativa dos Estados Unidos de interferir nos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim devido ao preconceito ideológico, com base em mentiras e rumores, expõe apenas suas intenções sinistras”, disse o porta-voz do ministério chinês das Relações Exteriores, Zhao Lijian.

A China ameaçou adotar represálias contra os Estados Unidos e afirmou que o evento esportivo não é um cenário para espetáculos políticos e manipulação política.

“Os Estados Unidos pagarão o preço de suas ações equivocadas, fiquem atentos”, afirmou Lijian ao ser questionado sobre eventuais contramedidas de Pequim.

Boicote diplomático dos EUA

 

Na segunda-feira, o governo americano anunciou que enviará os atletas, mas nenhum representante diplomático aos Jogos Olímpicos de 2022 devido às violações dos direitos humanos por parte da China, sobretudo na região de maioria muçulmana de Xinjiang (noroeste).

Se estivesse presente, “a representação diplomática americana trataria estes Jogos como se nada tivesse acontecido, apesar das flagrantes violações dos direitos humanos e das atrocidades da China em Xinjiang. E simplesmente não podemos fazer isso”, afirmou a porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki.

Fonte: G1

O que achou?

comentários

Anterior

Próxima

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Share This
NewsChina ameaça retaliar EUA por boicote diplomático aos jogos de inverno