A ladra que roubou diamantes no valor de R$ 30 milhões condenada a devolver apenas R$ 1,7 mil

Tudo indica que única coisa que Lulu Lakatos, que roubou sete diamantes, possui é dinheiro que tinha no momento de sua prisão

Uma mulher que fingiu ser especialista em pedras preciosas para trocar diamantes avaliados em 4,2 milhões de libras (R$ 30 milhões) por pedras foi condenada a devolver apenas 244 libras (R$ 1,7 mil).

Lulu Lakatos, de 60 anos, cumpre uma sentença de cinco anos e meio de prisão após ser condenada por conspiração para roubar.

No dia do crime, ela entrou na famosa joalheria Boodles, no bairro nobre de Mayfair, em Londres, e disse a funcionários que havia sido enviada para avaliar sete diamantes em nome de compradores russos.

Lakatos, natural da Romênia, foi detida após ser flagrada por câmeras de segurança realizando um truque de mão com o qual conseguiu trocar uma maleta com cadeado contendo diamantes genuínos por uma duplicata. Em julho do ano passado, foi condenada pelo crime.

Lulu Kakatos durante julgamento
Lakatos fingiu ser especialista em pedras preciosas

Pedras usadas para substituir diamantes
Mulher substituiu diamantes por uma maleta contendo pedras

Lulu Lakatos
Lakatos trocou de roupa em um banheiro de um pub antes de fugir do país

Segundo as investigações, após trocar as maletas, ela saiu da loja.

Em seguida, deu as gemas para uma mulher desconhecida ligada a uma gangue criminosa internacional, que fugiu do Reino Unido para a França em três horas.

A maleta contendo as pedras foi colocada no cofre da joalheria e o crime só foi descoberto no dia seguinte.

Os diamantes reais nunca foram recuperados.

Agora, um juiz condenou Lakatos a pagar uma multa que supostamente equivale a todo o seu patrimônio.

Boodles
Funcionários da Boodles, no centro de Londres, acreditavam que mulher estava vendendo diamantes para um russo chamado Alexander

Em seu julgamento, foi dito que os únicos bens de Lakatos eram 244 libras esterlinas (R$ 1,7 mil) em dinheiro encontradas com ela quando foi presa.

O juiz Alexander Milne destacou o “contraste impressionante” entre o valor dos diamantes roubados e o patrimônio de Lakatos.

Como o dinheiro já havia sido apreendido, o magistrado estabeleceu uma pena padrão de um dia e deu-lhe um mês para pagar a dívida.

Lakatos deverá ser extraditada para a França, onde residia.

 FONTE BBC BRASIL

O que achou?

comentários

Anterior

Próxima

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Share This
JustiçaA ladra que roubou diamantes no valor de R$ 30 milhões condenada a devolver apenas R$ 1,7 mil