Guerra Rússia-Ucrânia: Ministério da Defesa russo admite uso recrutas na invasão, apesar das negações de Putin

O Ministério da Defesa da Rússia admitiu na quarta-feira o uso de recrutas na invasão da Ucrânia.

Apesar da repetida insistência do presidente Vladimir Putin de que as forças militares do Kremlin consistiam apenas de combatentes profissionais.

de acordo com um relatório da Reuters.

A surpreendente admissão do Ministério da Defesa ocorre depois que Puting negou anteriormente – e repetidamente – o uso de recrutas da Rússia na guerra, e um dia depois que Putin se dirigiu diretamente aos entes queridos dos soldados preocupados. 

E na segunda-feira, um grupo de mães preocupadas acusou Putin e seus militares de enviar seus filhos para a guerra “como bucha de canhão”, de acordo com um relatório do The Telegraph.

Fomos todos enganados, todos enganados.

Pode-se ouvir uma mulher gritando para Sergey Tsivilev. governador da região de Kuzbass, na Sibéria, em um vídeo traduzido pelo Telegraph. “Eles foram enviados para lá como bucha de canhão. Eles são jovens. Eles não estavam preparados.

O que achou?

comentários

Anterior

Próxima

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Share This
NewsGuerra Rússia-Ucrânia: Ministério da Defesa russo admite uso recrutas na invasão, apesar das negações de Putin