Tiro acidental efetuado por criança de dois anos mata pai em Orlando

Um disparo acidental efetuado por uma criança de apenas dois anos de atingiu e matou o seu pai em Orlando, na Flórida, no dia 26 de maio. O caso foi revelado pela polícia nesta segunda-feira (7) em uma coletiva de imprensa. Segundo os agentes, após receberem um chamado de emergência para uma residência no condado de Orange, eles se depararam com uma mulher, Marie Ayala, fazendo massagem cardíaca em seu marido, Reggie Mabry, de 26 anos, que havia sido baleado.

Reggie foi levado para o hospital mas morreu momentos depois por causa do ferimento. Inicialmente, as autoridades consideraram se tratar de suicídio. Mas o filho mais velho do casal, de seis anos, contou aos policiais que o irmão caçula foi quem apertou o gatilho.

Segundo o xerife John Mina, do Orange County Sheriff’s Office, a criança encontrou a pistola em uma bolsa que estava no chão e atirou em direção ao pai, que estava no computador. Toda a família – o casal, os dois meninos e uma bebê de cinco meses- se encontrava no único quarto da casa quando tudo aconteceu. De acordo com o xerife, a arma não estava armazenada adequadamente. “Na verdade, estava facilmente acessível, mesmo para uma criança de 2 anos, e o resultado é uma tragédia que ninguém nesta comunidade pode compreender”, declarou Mina.

Tanto Ayala quanto o pai estavam em liberdade condicional por negligência infantil e posse de narcóticos. Após a morte do marido, a mãe foi presa acusada de homicídio culposo por negligência, posse de arma de fogo por um criminoso condenado, posse de munição por um criminoso condenado e violação de liberdade condicional. “Agora essas crianças perderam seus pais. Seu pai está morto, sua mãe está presa e um menino tem que viver sabendo que atirou contra seu pai “, lamentou Mina.

O que achou?

comentários

Anterior

Próxima

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Share This
NewsTiro acidental efetuado por criança de dois anos mata pai em Orlando