Igrejas do Sul da Flórida comemoram proibição do aborto

A derrubada de Roe v. Wade, que garantia o direito à interrupção da gravidez, na sexta-feira (24), pela Suprema Corte, é motivo de celebração para muitos religiosos.  Em Fort Lauderdale, por exemplo, o pastor da Calvary Chapel, Doug Sauder, disse, durante culto na manhã do domingo (26), que “a decisão é algo que deveria ser celebrado com o povo de Deus”.

Eles esperavam a decisão há tempos. “Estou tentando conter meu entusiasmo, pois estou ciente de que nem todos compartilham meu sentimento”, afirmou o pastor sênior Tom Hendrikse, da igreja Rio Vista em Fort Lauderdale, durante o culto. “Esta é uma questão profundamente dolorosa para alguns”, acrescentou.

Na First Baptist, o pastor James Welch lembrou que ele rezou por mais de duas décadas por esta sentença: “Nós marchamos pelas ruas. Fomos a clínicas e oramos fora delas. É simplesmente fenomenal presenciar este momento.”  Em um boletim informativo, o pastor líder da Spanish River Church em Boca Raton, David Cassidy, ressaltou que nem todos ficaram felizes com a decisão do tribunal. “Também estamos conscientes de que é uma questão dolorosa e polêmica, que afeta muitos de maneiras diferentes. Estamos orando fervorosamente por nosso País, por todos no governo, e mais especialmente por vocês, nossos membros, enquanto processam a decisão”.

O ato que reverteu o direito constitucional federal ao aborto, que vigorava há quase 50 anos, gerou uma série de protestos por todo o País. Na Flórida, ativistas saíram às ruas demonstrando raiva e frustração. Eles dizem que o momento é de medo e temem a perda de outros direitos no futuro, como o casamento entre pessoas do mesmo sexo e o uso de contraceptivos

O que achou?

comentários

Anterior

Próxima

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Share This
NewsIgrejas do Sul da Flórida comemoram proibição do aborto