Bolsonaro reage à juíza que falou sobre politização da bandeira do Brasil

O presidente Jair Bolsonaro (PL) reagiu às falas da juíza Ana Lúcia Todeschini Martinez, titular do cartório eleitoral de Santo Antônio das Missões e Garruchos, no Rio Grande do Sul, sobre a bandeira nacional ser usada como propaganda eleitoral. Nas redes sociais, Bolsonaro afirmou que “é absurdo querer proibir o uso da bandeira do Brasil sob justificativa eleitoral”, — o que levou o nome da magistrada aos trends topics do Twitter, nesta sexta-feira.

Está causando a maior polêmica no Rio Grande do Sul uma manifestação da juíza Ana Lúcia Todeschini Martinez, titular do cartório eleitoral de Santo Antônio das Missões e Garruchos.

Durante uma reunião com representantes de partidos na semana passada, a magistrada disse entender que a bandeira do Brasil será considerada uma propaganda eleitoral a partir do início oficial da campanha, no próximo dia 16 de agosto. O motivo? Na visão da juíza, o símbolo nacional tornou-se marca de “um lado da política” no país. Ela não cita Bolsonaro, mas fica evidente o raciocínio de Ana Lúcia.

O que achou?

comentários

Anterior

Próxima

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Share This
NewsBolsonaro reage à juíza que falou sobre politização da bandeira do Brasil