Mulher é acusada de estuprar homem com autismo em Flórida Keys e engravidar da vítima

Segundo a investigação, a vítima pediu que Brooks parasse de abusá-lo, mas ela falou para ele “ficar quieto” e “não contar a ninguém”

Uma mulher de Orlando foi presa no fim de semana acusada de abusar sexualmente de um homem com autismo em Florida Keys. De acordo com o mandado de prisão obtido pelo Local 10 News na terça-feira (12), Amanda Rose Brooks, 36, estuprou a vítima pelo menos três vezes em 2022. As autoridades alegam que Brooks engravidou da vítima depois de ter relação sexual não consentida com ele. O nome da vítima e a relação dos dois não foram revelados para preservar sua identidade.

De acordo com um comunicado do Gabinete do Xerife de Monroe, os investigadores tomaram conhecimento do que aconteceu depois que Brooks ligou para a polícia, em junho de 2022, alegando ser vítima de agressão sexual. No mês seguinte, os investigadores determinaram que o homem que ela acusava era a verdadeira vítima, já que “não poderia ter consentido com os atos”. Segundo a investigação, a vítima pediu que Brooks parasse de abusá-lo, mas ela falou para ele “ficar quieto” e “não contar a ninguém”. A vítima relatou não ter contado a ninguém porque os atos “o fizeram se sentir bem

O que achou?

comentários

Share This