Presidente Biden comete gafe em eventos de campanha ao afirmar que conversou com líderes falecidos

Durante uma série de eventos de arrecadação de fundos em New York na quarta-feira (7), o presidente Joe Biden, cometeu uma gafe ao referir-se duas vezes ao falecido chanceler alemão Helmut Kohl em vez da ex-chanceler Angela Merkel. Biden detalhava uma conversa que aconteceu em 2021, meses após o motim de 6 de janeiro. Biden disse que “Helmut Kohl”, que morreu em 2017, lhe perguntou como reagiria se lesse sobre pessoas que invadiram o Parlamento britânico e mataram oficiais “para impedir a eleição de um primeiro-ministro”. Merkel participou da cúpula de 2021 no Reino Unido. A Casa Branca não se manifestou sobre os comentários confusos do democrata.

Esta não é a primeira vez na semana que o presidente Biden se confunde ao lembrar-se de líderes europeus falecidos. No domingo, durante um evento em Las Vegas, Nevada, ele confundiu François Mitterrand, ex-presidente francês falecido em 1996, com o atual presidente francês, Emmanuel Macron, ao recontar um encontro com o líder francês durante o seu primeiro ano de mandato.

Uma pesquisa da NBC News realizada no mês passado revelou que 76% dos eleitores, incluindo metade dos democratas, estão preocupados com a saúde física e mental do presidente. No entanto, é importante notar que essa não é uma situação exclusiva de Biden, já que seu possível adversário em 2024, o ex-presidente Donald Trump, também enfrenta críticas semelhantes.

Em um comício de campanha no mês passado, Trump confundiu a deputada Nancy Pelosi com a rival republicana Nikki Haley. Haley aproveitou o erro de Trump para questionar sua aptidão mental, enquanto lançava críticas tanto ao ex-presidente quanto a Biden por suas idades avançadas.

O que achou?

comentários

Share This