Você sabia que 91% dos brasileiros estão preocupados com sua saúde e bem-estar? Enquanto isso, em nível global, esse número é de 78%, como aponta a Pesquisa Global de Sentimento do Consumidor, realizada pela WW (Weight Watchers) em parceria com a Kantar.

Esse é um dos motivos para começar a pensar em oferecer recomendações de alimentação saudável por meio de Inteligência Artificial e oferecer inovações como a personalização de dietas e da nutrição para atender às necessidades e exigências dos consumidores.

É sobre isso que trata esse artigo. Continue a leitura e saiba mais sobre a personalização apoiada pelas ferramentas de IA.

O papel da inteligência artificial na personalização de dietas e nutrição

Oferecer recomendações alimentares personalizadas por meio de Inteligência Artificial é uma funcionalidade diretamente ligada à experiência do cliente ou usuário.

Imagine ter uma função no iFood, por exemplo, que recomenda uma refeição com base em uma dieta restritiva, ou de acordo com a quantidade de calorias que precisam ser ingeridas no dia. Pode fazer toda a diferença para o usuário.

Uma funcionalidade como essa que acabamos de descrever pode ser feita com o uso de integrações com dispositivos vestíveis ou outros aplicativos de saúde e bem-estar que forneçam dados dos usuários.

A análise de dados e a automação desse processo de recomendação representam grandes oportunidades para as empresas que desejam investir na experiência do cliente e na sua fidelização.

Utilizando algoritmos avançados e machine learning (aprendizado de máquinas), a Inteligência Artificial analisa grandes volumes de dados e personaliza recomendações com base nas necessidades e objetivos de cada pessoa.

Nesse sentido, a IA pode recomendar alimentos com a quantidade adequada de calorias, carboidratos, proteínas e vitaminas.

Isso sem esquecer do papel dos médicos e nutricionistas. Afinal, essas tecnologias podem ser usadas como um complemento para ajudar as pessoas a tomar decisões bem embasadas sobre sua dieta e nutrição.

Isso porque a IA tem capacidade de aprender e se adaptar com o tempo, coletando novos dados e informações nutricionais conforme as condições de saúde mudam. O monitoramento do progresso desses usuários também é levado em consideração e  pode ajudar os profissionais de saúde a acompanhar seus pacientes.

Quais as possibilidades de uso de IA para dietas personalizadas?

As possibilidades de aplicação de Inteligência Artificial são inúmeras, e a cada dia surgem novas opções. Listamos algumas dessas aplicações no setor nutricional.

Rastreamento de alimentos

Aplicativos de rastreamento de alimentos analisam o que foi consumido ao longo do dia. Com base em informações de preferências alimentares, objetivos de saúde e dados nutricionais, esses aplicativos podem recomendar melhorias na qualidade da dieta.

Sensores de monitoramento

São dispositivos vestíveis que possuem sensores para monitorar a atividade física, os batimentos cardíacos e o gasto calórico. A partir das informações do nível de atividade, é possível fazer sugestões de alimentos.

Assistentes virtuais

Chatbots e assistentes virtuais podem fornecer receitas saudáveis com base nos ingredientes disponíveis ou fazer sugestões personalizadas para ajudar os usuários a aderirem a dietas específicas.

Dados genéticos

Análise de perfil genético e genômica nutricional podem ajudar a identificar respostas individuais a determinados alimentos e nutrientes. Por meio desses dados genéticos, a inteligência artificial pode recomendar planos alimentares personalizados.

Interpretação de exames

Aplicativos de análise de dados são capazes de interpretar exames laboratoriais e recomendar alimentos de acordo com os níveis de nutrientes, vitaminas e minerais, oferecendo uma abordagem personalizada para a suplementação nutricional.

Benefícios da personalização de dietas e nutrição para as empresas

A experiência dos usuários está aparecendo cada vez mais no centro da estratégia de negócios, principalmente no meio digital.

Se você não quer que sua empresa fique para trás, é importante pensar nessa personalização de dietas e da nutrição como uma oportunidade de mercado e uma vantagem competitiva em seu nicho de atuação.

A satisfação e a retenção dos clientes são as primeiras vantagens em oferecer uma experiência completa e personalizada com inteligência artificial. Mas outros benefícios também podem surgir dessa aplicação na forma de análise de dados, apresentação de resultados e o consequente embasamento para tomadas de decisões a partir das métricas obtidas com a IA.

As empresas podem ter insights valiosos, melhorar continuamente seus serviços e desenvolver estratégias de marketing mais direcionadas. Esse conjunto traz novas possibilidades, como a expansão dos serviços da empresa e a criação de novas fontes de faturamento e aumento da participação no mercado.

Isso pode ser feito, por exemplo, por meio de produtos complementares, como suplementos personalizados, programas de refeições pré-embaladas ou serviços de entrega programada de alimentos saudáveis.

Conclusão

Com a conscientização sobre a importância da alimentação saudável e adequada às suas necessidades, as empresas que oferecem personalização de dietas e nutrição se destacam no mercado. Essa diferenciação pode ajudar as empresas a atrair um público-alvo específico que está disposto a pagar por essas soluções.

O uso da IA oferece benefícios para os indivíduos preocupados com sua alimentação e também para as empresas que desejam atender às exigências por produtos e serviços personalizados. Essa possibilidade representa um avanço significativo na área da saúde e bem-estar dos consumidores.

 

 

Fontes: https://institucional.ifood.com.br/inovacao/personalizacao-de-dietas-e-nutricao/

O que achou?

comentários

Share This