Dia dos povos indígenas ”Viva NÃO ao preconceito ENTRE INDÍGENAS”

A data de 19 de abril foi proposta em 1940 pelas lideranças indígenas do continente americano que participaram do congresso indigenista  realizado no México. Eles haviam boicotado dias iniciais do evento, temendo que suas reivindicações não fossem ouvidas pelos “não indígenas”. Durante este congresso foi criado o Instituto indigenista interamericano, também sediado no México, que tem como função zelar pelos direitos dos indígenas na América. O Brasil não aderiu imediatamente ao instituto, mas, com a intervenção do  Marechal Rondon, apresentou sua adesão e instituiu o Dia do Índio no dia 19 de abril, cumprindo a proposta do Congresso de 1940. Em 2022, um projeto de lei aprovado no Congresso Nacional foi sancionado pelo então presidente. Jair Bolsonaro, determinou uma modificação no nome dessa data comemorativa, que passou a ser Dia dos Povos Indígenas. No entanto, o dia de celebração foi mantido. A data pode ser considerada um motivo de reflexão sobre os valores culturais,  superação, e muita resistência.
“É sobre valorização e resistência”

Dia que oportuniza  celebrar os povos indígenas de formas não estereotipadas, combatendo preconceitos e promovendo o conhecimento sobre as diferentes culturas indígenas. ”Viva os indígena que moram na aldeia e viva os que vão para cidade buscar suas melhorias, Viva NÃO ao preconceito ENTRE INDÍGENAS.”

O que achou?

comentários

Share This